Uma gama imensa de informações são publicadas todos os dias no Facebook. No site de nosso querido Zuckerberg, segundo a OpSocial, são publicados cerca de 684 mil posts a cada minuto, trazendo informações de todas as partes do mundo. Um fluxo tão exacerbado de informações gera alguns desafios. Dentre estes, a função de compactar o “peso” das imagens. Essa compressão de informação faz com que as imagens percam qualidade funcional, caso não se saiba como salvá-las corretamente, a fim de adaptar-se às diretrizes da plataforma e extrair o máximo de proveito desta. Pra quem produz conteúdo para Facebook, como os famigerados “Social medias”, ou mesmo pra quem não suporta perder qualidade nas imagens, as dicas a seguir podem ser a salvação para peças gráficas cada vez melhores na sua timeline.

 

img1

DIMENSÕES DA IMAGEM

O tamanho(dimensões) é um fator bastante importante para não perder qualidade nas suas imagens para o Facebook. O tamanho de 800x800px gera resultados satisfatórios. Fica bom em diferentes resoluções de monitor e deixa as imagens limpas e legíveis. Embora seja legal experimentar também as dimensões de 900×900 ou mesmo 1200×1000(versão retangular grande).

Nessa questão temos algumas questões importantes a serem consideradas. As dimensões estão limitadas a, no máximo, 2048 x 2048 pixels para o Facebook, o que garante uma boa e considerável resolução. As telas,no entanto, exibem o tamanho de 960 x 720 pixels, no máximo. Isso quer dizer que não há a necessidade de se produzir imagens maiores que isso.
img2

 

EXPORTAR A IMAGEM PARA O FACEBOOK – OTIMIZAÇÃO

Muita gente ainda acredita estar fazendo o certo salvando tudo em JPG. Ao menos para o Facebook, uma regra é essencial, simples e definita: salvar em PNG-24. Essa simples ação faz com que o formato da imagem se torne sem perdas, ou em lossless, se preferir. O PNG-24 comporta 16 milhões de cores, minimizando significativamente a perda de qualidade da imagem.
img3

Em suma, se quiser uma imagem com boa qualidade no Facebook, basta seguir esses passos simples. E aqui está um bom resumo de tudo:

Quando criar o arquivo no programa de edição, escolha 800×800 pixels para as dimensões. No campo “resolução”, coloque 100 para PPI (pixels/polegadas) para arquivos de destino digital, em RGB e 300 para DPI (pixels/centímetros) se o arquivo for destinado como impresso, em CMYK.

Na hora de salvar, vá em “Arquivo” e clique em “Exportar > salvar para web”. Daí escolha a predefinição como PNG-24. Marque o campo “Converter para sRGB” e escolha a qualidade como “Bicúbica mais nítida”. Feito isso, aqui vai a regra (rara) de ouro, motivo pelo qual muita gente não entende como ainda que seguindo esses procedimentos acima, não obtém qualidade nas imagens. A questão é mais simples do que se imagina: Basta seguir os passos anteriores e conferir se o tamanho (peso do arquivo) está inferior a 1 MB. Se estiver passando, o ideal é reajustar algumas coisas e sempre manter o tamanho abaixo de 1 MB. Pode minimizar a quantidade de camadas ( ou outras informações dispensáveis) no arquivo, pode-se diminuir as dimensões proporcionalmente, desmarcar os campos “Entrelaçado”, “Incorporar perfil de cores”. Ou mesmo em uma situação de “desespero”, desmarcar também o campo “Converter para sRGB”. Veja a imagem:

CONSEQUÊNCIAS – BOAS

O engajamento é, sem dúvidas, uma das palavras mais importantes no meio midiático atual. Para alcançar essa “fidelidade” de fãs em suas fanpages, essas dicas são de uma validade incomum. Aproveite essas informações e colha bons resultados com uma imagem profissional para seu público!

Artigo retirado do Design Culture

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful